quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Tem Bebê a caminho? Ah, que notícia boa...

 Alô MamãePapai... Nós temos uma notícia boa também:

              
       Faremos Vivências Musicoterápicas com gestantes para que possam sentir o bem estar que a música e seus elementos podem proporcionar ao conjunto:

  M A M Ã E  ~ B E B Ê  ~  PAPAI  ...
 
Um  verdadeiro  triângulo  amoroso  !!!
 
 
E as vovós e vovôs também estão convidados! Eles também podem participar ajudando a desenvolver e intensificar o campo de amor que está se formando em torno desse bebezinho...
 
 
Se você tiver interesse é necessário agendar nos seguintes telefones:
 99940-6342 - Musicoterapeuta Helena  Peters
2307-0115 - Sandra Gambaro - Petí Potí Moda Infantil

  
Estamos em parceria com Petí Potí Moda Infantil   http://petipoti.com.br/blog/
 
 

 

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Para quem gosta de presentear com originalidade

Olá Pessoas,
                        fiquei tão feliz com o trabalho que essa artista fez para mim que quero compartilhar com vocês: o nome dela é Noemi Nany Souza .

                        Para quem gosta de tocar o coração das pessoas queridas com presentes originais e pessoais, eu dou essa dica: um quadro pintado artesanalmente com aquela figura escolhida a dedo que você sabe que o seu amigo ou pessoa querida gosta. Ou para você mesmo (a) decorar o seu cantinho.
                         Trata-se de peças artesanais singelas sem grandes pretensões, pintadas pela Noemi Nany Souza. A Noemi é de Barueri. Ela está no facebook.
                         Eu encomendei essas peças para decorar o meu consultório e estou esperando a Noemi terminar mais algumas peças. Claro que mostrarei prá vocês quando chegarem:

Não é mesmo uma descoberta?   O que vocês acharam destas peças?
Eu estou muito feliz de mostrar esse trabalho!
 
E ficarei muito feliz também em receber um comentário seu!
 
 
                       

terça-feira, 23 de outubro de 2012

"Os Benefícios da Musicoterapia"

      Entrevista concedida ao Programa "Temperando o papo"
 do dia 17/10/12 atendendo a solicitação da
 UBAM Associação Brasileira das Associações de Musicoterapia ( http://www.musicoterapia.mus.br/).
     O programa é conduzido por Hariane Fonseca pela Rede NGT de Televisão, canal 48-UHF - SP, 26-UHF e 17 da Net - RJ.
    
 

segunda-feira, 8 de outubro de 2012

Palestra ~ Vivência de Musicoterapia de setembro na Escola de Música de Barueri

Olá Pessoas,
                                  é muito gratificante levar a musicoterapia para a Escola de Música Barueri. O Professor Lucas com sua equipe e seus alunos nos recebem de uma forma especial e carinhosa, participando com alegria e disposição das propostas da vivência musicoterápica, conforme vocês podem ver no vídeo abaixo. Caso não esteja disponível na tela acesse pelo endereço:
http://www.youtube.com/watch?v=5SXwZavg5KM

           

Batizei o vídeo abaixo de "Riqueza Sonora"... Foi captado durante o trabalho musicoterápico para estimular a criatividade e o auto-conhecimento. Ouçam RIQUEZA SONORA:
                        Se não estiver disponível acesse pelo link http://youtu.be/5SXwZavg5KM


 


 As crianças também tiveram seu momento de participação juntamente com os adultos. E com muita criatividade:


          
     E nos grupos os participantes puderam compartilhar seus projetos, sonhos e objetivos.


Meus agradecimentos aos alunos da Escola de Música de Barueri http://www.embarueri.com.br/ e ao professor Lucas Almeida que eleva  o sentido da educação em sua cidade.
Até a próxima, amigos!

Nossa próxima vivência será em 10 de novembro de 2012





                                                                    


domingo, 7 de outubro de 2012

DA MÚSICA...


A MÚSICA É CONTAGIANTE... É DIVINA...

A MÚSICA É A CHAVE QUE ABRE NOVOS CANAIS DE COMUNICAÇÃO
 
A MÚSICA É A CHAVE QUE ABRE O CANAL DA EMOÇÃO...    
É A CHAVE DO CORAÇÃO....


quinta-feira, 5 de julho de 2012

Olha aí, pessoas: a música ajudando a ajudar mais uma vez!

No ritmo da inclusão social

O pedagogo Paul Lafontaine ensina bateria para adolescentes com
síndrome de Down e paralisia cerebral
                                                              Notícias de 5 de julho de 2012

       Estudos com neuroimagens mostram que a música ativa sistemas cerebrais relacionados à linguagem, à emoção e ao movimento. Batidas rítmicas e sons facilitam interações sociais, como marchar ou dançar juntos, influem no humor e estimulam a cognição. O pedagogo Paul Lafontaine apostou nas aulas de bateria para estimular a coordenação motora e a concentração dos 12 adolescentes com deficiência intelectual que participam do projeto Alma de batera (http://almadebatera.carbonmade.com/), na comunidade Monte Azul, na periferia de São Paulo.
       
     As oficinas são semanais e os alunos se revezam nas duas baterias do professor, doadas por uma marca de instrumentos musicais.

       “A percussão ajuda a desenvolver a cognição e a intuição. Além disso, a sensação de tocar aumenta a autoestima”, diz o pedagogo, que cita o caso de uma aluna com paralisia cerebral que toca sem movimentar as pernas. “Os pais dela tentaram interessá-la por outros instrumentos, mas ela só queria aprender bateria”, conta.
     O projeto está inscrito no site de financiamento coletivo Movere.me – a meta é atingir 22 mil reais para capacitação de professores para jovens com deficiência no Rio de Janeiro e em Belo Horizonte. Para ajudar a levar o prazer da música para mais adolescentes, basta clicar:



Matéria disponível em 5/7/12 em:
http://www2.uol.com.br/vivermente/noticias/no_ritmo_da_inclusao_social.html#.T_Wj0pgg5wk.facebook

quinta-feira, 14 de junho de 2012

Novamente temos notícias sobre os benefícios da música!


      No Caderno Saúde do Jornal da Tarde de segunda-feira pp  

    Olha aí, carríssimos leitores. Que reportagem importante! A música cumprindo seu papel tão significativo entre as pessoas. Precisamos divulgar... NNotícia boa  que faz crescer a esperança da humanidade é pra ser passada pra frente, não é?
  
    "Desde que o marido passou a receber tratamento em casa, sua esposa usa o recurso da música para despertar os sentidos dele ou para acalmá-lo, dependendo da situação. A música passou a ser o instrumento que o conecta à realidade. Ela sabe utilizar os recursos da música porque faz parte do grupo de cuidadores treinados em musicoterapia do Grupo Hospitalar Santa Celina."

     Leiam na íntegra. E repassem...
     Algumas dicas para usar a música constantes no artigo:

     "É preciso fica atento às reações do paciente: caso ele pareça estar muito
 agitado, vale tentar uma música calma como alternativa. Se ele estiver triste
 ou distante, escolha núsicas mais alegres e agitadas."

    "Busque músicas que tenham relação com partes importantes e alegre da
 história de vida do paciente, de modo que possam trazer boas lembranças."

     "Evite músicas que sejam reconhecidamente tristes ou muito melancólicas, já que muitas pessoas acamadas podem sofrer também com quadros depressivos."

     "Deixe o paciente em contato com os sons naturais de sua casa: ouvir o neto
 brincando com os carrinhos no quarto ao lado, por exemplo, ou escutar o
 barulho do almoço sendo preparado na cozinha faz com que o doente sinta-se
 mais integrado com o ambiente que o cerca."

     "Por outro lado, tome cuidado com a exposição à poluição sonora. Alguns tipos de sons da rua ou de televisão em volume alto podem provocar irritação."

      Até a próxima, amigos





domingo, 20 de maio de 2012

? Educação Musical Terapêutica?




   O ser humano é naturalmente musical. O homem tem necessidade inerente de música. A Musicalização ou Educação Musical por sua vez é tarefa da escola.
   Ocorre muitas vezes que pessoas que não tiveram a sorte de serem musicalizadas no período escolar, ou nem escola tiveram oportunidade de freqüentar, têm receio de buscar praticar essa maravilhosa fonte de bem estar, de alegria e de saúde que é a música. São receios de vários aspectos derivados do pré-conceito estabelecido na sociedade. Por isso existem muitos adultos que adoram música que dizem que tinham o sonho de aprender a tocar piano, violão, mas que o tempo para isso já passou:

"... música é para aprender na infância..."  dizem melancólicamente.

   Essa assertiva não é uma verdade completa! Na infância tudo é, ou parece ser mais fácil: a neuroplasticidade é intensa nessa época da vida , limitando-se bastante após a adolescência. Porém devemos levar em consideração que a criança tem mais tempo disponível, não tem preocupações de outra ordem nem responsabilidades comuns ao adulto. A criança não tem ainda um ego inflexível, portanto não sente “vergonha” nem tem tanta vaidade como é comum numa personalidade desenvolvida.

   Quando um adulto vence seu “receio” de procurar uma escola ou uma professora de música via de regra pergunta: “Será que na minha idade eu posso estudar um instrumento?”

Não só pode como deve!

  Nenhuma experiência se compara ao prazer de concretizar desejos antigos.

Traz paz ao espírito e a alma agradece.

   É importante lembrar também que o aprendizado musical ajuda a melhorar aspectos cognitivos, físicos , psicológicos, emocionais e espirituais do ser humano. Desenvolve a inteligência, o raciocínio e a memória; desenvolve a criatividade, a coordenação motora, a socialização e muito mais.

   Tudo isso dá satisfação interior e aumenta a qualidade de vida. Portanto, podemos afirmar com segurança que muitas vezes a educação musical é também altamente terapêutica.

quinta-feira, 5 de abril de 2012

A Sabedoria é não levar pra casa!

           A foto abaixo fala sobre uma tradição de sabedoria da África que foi lembrada pelo amigo Arthur ao ver a relva forrada de mudinhas de sapé:  Juntar a dureza do carvalho com a flexibilidade da folha de sapé - amarrando os gravetos com a tenra folha.
Parece um patuá, mas ao sair da floresta deixe ali... Não é para levar para casa!



 
"É um exercício para nos lembrar que o equilíbrio
 é fundamental para atravessar os caminhos
 e descaminhos da vida e que devemos
 ter isso sempre em mente."
                               *************************************************

domingo, 15 de janeiro de 2012

R T C - Roda de Tambores Comunitária

Facilitando a Roda de Tambores na Escola de Musica Barueri (http://www.embarueri.com.br/index.htm).
Agradecemos ao Diretor da "EMBarueri", professor Lucas Almeida pela ótima recepção e participação de seus alunos e convidados.

Recebemos nessa ocasião uma notícia muito gratificante: a aluna Marília já está matriculada no curso de Musicoterapia em São Paulo. Nossa alegria em ter colaborado um tiquinho nesta decisão é muito grande.

Veja   um    pouquinho...

.


Yes! Aqui tem Musicoterapia!
Vejam a improvisação do grupo!



Foi bom demais !!!!  Agradecemos a participação de todos. Até a próxima!



sábado, 14 de janeiro de 2012

Musicoterapia ~ Educação ~ Roda de Tambores

Energético!          Deslumbrante!              Tudo de Bom ! 

    
      As formações circulares nas comunidades são antiqüíssimas. Todos os povos celebravam seus rituais dessa maneira, fosse um casamento, uma festividade de devoção ou uma situação de luto. Era importante vivenciar juntos, comunitariamente, essas imposições da vida. É a melhor maneira de comunicação entre um grupo de pessoas. Todos se vêem e se escutam com facilidade. Esta é a raiz das Rodas de Tambores. 

     O Homem atual cada vez mais se conscientiza da importância da Saúde e tem buscado uma vida de qualidade. A Felicidade, o Bem Estar, o Prazer e Alegria são metas a serem alcançadas pelo ser humano integral.


    A Roda de Tambores é uma atividade que contempla as necessidades desse homem moderno e consciente de ser o responsável pela felicidade, de si mesmo e de todos.

     A prática se resume a um grupo de pessoas que se unem no fazer musical, sem exigência de conhecimento musical técnico nem de talento notório. Faz-se música intuitivamente, deixando fluir a musicalidade natural de todo ser humano, na busca de divertimento, bem estar, alegria, experimentação e troca de experiências.
Filme - Formação de Facilitadores de Rodas de Tambores com  Juliana Linares e Mary Tolena. Foi em Salvador (BA) 2011.


     Na Musicoterapia e na Educação Musical a prática do Círculo de Tambores tem finalidades terapêuticas, integrativas e educativas. Adaptamos assim mais uma ferramenta ao nosso trabalho com música, buscando sempre o bem comum.

Nosso trabalho na Escola "EMBarueri"
Escola "EMBarueri"
  


RT Comunitária

RT Organizacional













Drum Circle in Dubai Desert